Renate Muller

Psicóloga, Helper de Pathwork e Consteladora Sistêmica

Desde muito pequena tinha questionamentos sobre a vida

Por que e para que estamos aqui?

 

Talvez na tentativa de buscar respostas me colocava muito disponível para ouvir as pessoas, com suas características distintas e suas trajetórias de vida. Não foi difícil escolher uma profissão a seguir: a psicologia era a chance de responder aos meus questionamentos. Tão ávida estava que escolhi, já no ensino médio fazer um curso profissionalizante em Terapia Ocupacional. Mas o que deveria me aproximar, acabou me afastando. Em plena adolescência, um estágio num hospital psiquiátrico, com pacientes crônicos recebendo eletrochoque, foi o bastante para me desviar da psicologia e cair na Comunicação Social.

Me especializei em Relações Públicas e Marketing Promocional, onde trabalhei por quase quinze anos nesta área, como consultora de marketing, sendo nos últimos sete, como empresária, sócia diretora de uma agência de promoções. Foram anos muito intensos, de experiências bem sucedidas, com um espectro muito variado de pessoas e atividades.

Aos 36 anos eu tinha uma profissão de sucesso, estabilidade financeira e uma família constituída. Tudo que a maioria das pessoas almeja, mas o que sentia naquele momento era um grande vazio. Algo que não sabia explicar.

Os questionamentos da infância voltaram a bater na porta e junto com eles o desejo pela psicologia.

Em 1993, deixei a profissão de Relações Públicas para assumir a vocação de psicóloga. O objetivo continuou sendo as pessoas e suas relações, mas com foco na expansão da consciência e na qualidade de vida.

Ter passado por experiências como funcionária, empresaria, ter entrado na psicologia mais madura, me deu uma amplitude muito grande da vida. Levo comigo tudo que aprendi como profissional da Comunicação e isto facilitou muito meu trabalho como psicóloga clínica, como coordenadora e professora de formações profissionais, e agora, com o amadurecimento da experiência, também como consultora organizacional.

Na psicologia passei por muitas escolas, cada uma me acrescentou um pouco, mas duas delas escolhi como pilares de sustentação teórica: o Pathwork e as Constelações Famliares. Mais recentemente, pude integrar estas abordagens através dos Movimentos Essenciais, que acrescenta ainda a Teoria dos Sistemas, a Física Quântica, a fenomenologia e outros conhecimentos, unindo  a sabedoria de tradições milenares e suas versões contemporâneas, aplicadas ao desenvolvimento social.

 

Hoje, além da atividade clínica e do ensino, me volto também para o meio empresarial, onde  posso contribuir com a visão sistêmica e as ferramentas das constelações organizacionais, focando desde o desenvolvimento de pessoas e suas lideranças, até a ajuda diagnóstica para tomada de decisões e estabelecimento de novas diretrizes por parte do corpo diretivo.

 

Cada um de nós tem um potencial específico, que ao ser compartilhado, dá sentido à vida. Com consciência disso podemos direcionar este potencial para auxiliar no crescimento de muitos e transformar o cenário em que estamos inseridos, semeando um novo futuro para nossos filhos.

© Renate Muller 2018.  Todos os direitos reservados.